Destinos de Inverno 2: Conceição do Ibitipoca

Ibitipoca

Um arraial que nasceu a partir da exploração do ouro nas montanhas de Lima Duarte, Minas Gerais. Depois do fim do ciclo do ouro, ficou ali, esquecido, a 20 quilômetros do centro, por estrada de terra (parte agora recebeu bloquetes), a mil metros de altitude. Com a doação de uma área (linda!) para o Estado, transformado no Parque Estadual do Ibitipoca, a região voltou a receber visitantes e a ganhar vida. Hoje o turismo é uma das principais atividades do arraial de Conceição do Ibitipoca. Há lojas de suvenir e artesanato. Há bares, restaurantes e chocolatarias. Tudo ainda tímido, mas avançando com rapidez. Em um período de cinco anos, o número de estabelecimentos praticamente duplicou no local.

Antes, a hospedagem era feita na casa dos moradores, que emprestavam um quartinho para o turista em troca de poucos reais. Hoje o número de pousadas e chalés é grande. A infraestrutura tem melhorado e o número de turistas que visitam o local em busca de conforto também.

O arraial é charmoso, vale uma caminhada tranqüila. Mas o grande atrativo de Ibitpoca é mesmo o parque estadual. Com cerca de 1.500 hectares, o que se encontra ali em cima é pura beleza. Pra onde você olha, cadeias de montanhas, passarinhos.

Ibitipoca

Dentro do parque, as surpresas vão se apresentando uma a uma – grutas, lagos, cachoeiras, ponte de pedra, mirantes de tirar o fôlego.

Ibitipoca

Há alguns circuitos para serem feitos, dependendo do tempo disponível e da disposição do visitante. Em todos, há paisagens maravilhosas que merecem ser descobertas. O ponto com vista mais “acachapante” (desculpem, não achei outra palavra) é a Janela do Céu. São cerca de 16 quilômetros de caminhada – ida e volta, com boas surpresas pelo caminho.

Mas se você quiser fazer um passeio mais tranqüilo, inclusive indicado para crianças, fique por perto, vá até a Prainha, estique até a Cachoeira dos Macacos, o Rio Negro e o Chuveiro. Já valerá muito a pena. Há ótimos rios e cachoeiras para tomar banho, sem pedras escorregadias e com boa profundidade, segura para crianças. Há também poços mais fundos, como o do lago negro. Todos convidam para o banho, no verão.

Ibitipoca

No inverno, não se esqueça de levar agasalho para o parque, além de calçar tênis confortáveis. Leve água e, se tiver lanterna, leve-a também, para visitar as grutas, como a dos Coelhos, em que é possível você fazer a travessia.

Dicas
– Você pode pegar a Fernão Dias, mas também pegar a via Dutra até Cachoeira Paulista, no Vale do Paraíba, e dali pegar a BR sentido Caxambu ou Juiz de Fora. Entre em Lima Duarte. Na cidade, há placas indicando o caminho para Ibitipoca.

– Algumas crianças fecham uma ponte que dá acesso à estrada cobrando “pedágio”. Achei meio absurdo, mas algumas moedas resolvem o problema. Como paulistana, fiquei com medo de assalto, mas é mais uma brincadeira, uma esperteza do que um delito.

– Tire dinheiro antes de subir a serra. Não há nenhum caixa eletrônico na vila. Alguns restaurantes aceitam cartão de crédito, mas ainda são minoria, como o Serra Nostra. Você vai querer dinheiro extra para comprar pães de canela, típicos no local. São vendidos em casas da vila e no caminho para o parque (que também ganhou bloquetes recentemente, em seus cerca de 3 quilômetros) e custam de R$ 2,50 a R$ 3.

– No inverno, leve agasalhos extras. O frio à noite é cortante. Em julho, as temperaturas podem cair abaixo de zero.

TEXTO: ÉRICA FRANÇA
FOTOS: ÉRICA FRANÇA E FÁBIO MENDES

Leia outras matérias sobre destinos de inverno no blog

Related Post

6 thoughts on “Destinos de Inverno 2: Conceição do Ibitipoca

  1. Pingback: Destinos de Inverno 3: São Francisco Xavier « Viajante em tempo integral

  2. Pingback: Destinos de Inverno 4: Santo Antônio do Pinhal: bons restaurantes, hotéis confortáveis. Faltam os turistas. « Viajante em tempo integral

  3. Pingback: Destinos de Inverno: matérias compiladas « Viajante em tempo integral

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial