Templo Budista: um recanto de beleza, história e meditação em Foz do Iguaçu

templo budista

Um recanto de paz e meditação faz desse lugar uma visita obrigatória

Em uma cidade que conta com uma das 7 maravilhas da natureza e o parque da segunda maior hidrelétrica do mundo, fica complicado dizer que qualquer outra atração é “imperdível”. Mas é exatamente essa a impressão que tivemos ao conhecer o belíssimo Templo Budista.

O Templo Budista fica no Jardim Califórnia, região norte de Foz do Iguaçu. A melhor opção é ir de carro ou então em um dos ônibus que realizam city tour na cidade. A Loumar Turismo oferece o serviço.

Confira 7 dicas poderosas para comprar passagens aéreas baratas

Para quem não estiver satisfeito apenas com uma visita, há a opção de participar das práticas semanais, que ocorrem aos domingos, ou das “Cerimônias de Grande Compaixão”, sempre no último domingo do mês.

templo budista

Maior estátua de Buda da América do Sul tem 10 metros de altura

Beleza em aperfeiçoamento
A sede da Ordem Budista internacional começou a ser construída em 1996 e, desde então, nunca parou de crescer e está sempre com uma novidade, sejam novas estátuas de buda ou ampliação das instalações da Ordem.

A mais nova peça é a maior estátua de Buda da América do Sul. Feita de bronze, ela tem mais de 10 metros de altura e pesa cerca de 10 toneladas. Está no fundo do amplo jardim, à direita do Grande Salão, o templo budista propriamente dito.

Aprenda a juntar milhas para viajar quase de graça

O templo foi construído no alto de uma colina, de onde se pode ver o centro e também Ciudad del Leste, no Paraguai. É uma bela vista da região, acompanhada pelo cantar incessante dos pássaros. Um cenário mais do que adequado para o clima de paz e meditação que lhe espera.

Um mundo de estátuas

templo budista

O Buda Sorridente dá as boas vindas aos visitantes

Ao todo, o Templo Budista conta com mais de 120 estátuas, que reproduzem divindades, demônios, espíritos e encarnações distintas do Buda. Uma das maiores está logo no pátio de entrada. É o Buda Sorridente (ou Maitreya), que segundo a crença será o responsável pela vinda de um período especial, em que o mundo será transformado em um éden.

Não muito longe estão oito estátuas, que reproduzem os Quatro Reis Celestiais (cada um representando um dos pontos cardeais) e os Quatro Grandes Bodisatvas, que encarnam as grandes virtudes.

LEIA MAIS:

Conheça todas as atrações de Foz do Iguaçu

Saiba tudo sobre as Cataratas do Iguaçu no lado brasileiro

Conheça as Cataratas no lado argentino

Parque das Aves é uma atração imperdível em Foz

 

Seguindo em frente, encontramos um amplo pátio com 108 Amitabhas, sendo que cada uma das figuras reproduz os gestos de mãos conhecidos como “mudras”. Segundo os mestres budistas do lugar, o número de estátuas neste pátio faz alusão ao número de pecados e falhas humanas, que precisam ser superadas para atingir o Nirvana (estado de felicidade plena e ausência total de sofrimento, estágio atingido pelo Buda).

templo budista

Os reis do Norte e do Leste são alguns dos guardiões do Dharma

Indo à esquerda, na direção do Grande Salão, encontramos uma das mais belas estátuas do lugar: a imagem Parinirvana de Buda Shakyamuni, conhecido vulgarmente como “buda deitado”. Quem jogou nos videogames ou fliperamas o clássico “Street Fighter II” deve se lembrar da gigantesca estátua de buda ao fundo da penúltima fase. É como se o palco daquela disputa não ficasse na Tailândia, e sim em Foz do Iguaçu.

O Grande Salão
Após contemplar todas as estátuas, é chegada a hora de adentrar ao Grande Salão. Ele possui dois pavimentos. O superior é isolado e voltado para as cerimônias e práticas semanais dos monges. O piso térreo é aberto à visitação, mas não é permitido tirar fotografias. Ali estão as 18 estátuas dos Arahant, pessoas que atingiram um elevado estado de iluminação e que não precisarão mais reencarnar.

templo budista

Há 108 estátuas como essas no Grande Pátio

Também ali dentro podem ser vistos o tambor e o sino gigante, que são tocados duas vezes ao dia, pela manhã e à noite. Pela manhã, o sino serve para despertar os meditadores, enquanto o tambor avisa o início das atividades.

Viaje mais e melhor com essas 7 dicas imbatíveis

À noite, o tambor anuncia o final das atividades, enquanto o sino serve como lembrete para que os meditadores reflitam sobre suas ações naquele dia. O pagode chinês e a Roda do Dharma também são outros objetos que chamam a atenção.

templo budista

Bodisatva Samantabhadra, ou de Grande Conduta

SAIBA MAIS
Templo Budista de Foz do Iguaçu – Ordem Budista Internacional
ENDEREÇO: Rua Dr. Josivalter Vilanova, 99, Jardim Califórnia
TELEFONE: (45) 3524-5566
E-MAIL: ordembudista0619@gmail.com
HORÁRIOS: De terça-feira a domingo, das 9h30 às 16h30

Este post foi produzido a partir de parceria com a Loumar Turismo. Nós do Viajante em Tempo Integral agradecemos a parceria e ratificamos a nossos leitores que todas as informações do post são provenientes de nossas experiências. Nossos parceiros não interferem em nossas publicações. 

2 thoughts on “Templo Budista: um recanto de beleza, história e meditação em Foz do Iguaçu

  1. nayla

    Que post ótimo,vc conseguiu trazer tudo que o foz do Iguaçu tem em uma postagem,e as fotos estão lindas,da vontade mesmo de visitar esse belo lugar!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial