San Gimignano: a cidade medieval dos arranha-céus no coração da Toscana

San Gimignano

A cidade conta com 14 torres de altura considerável. Na idade média, eram mais de 70

Existem viagens em que você vai em busca de surpresas: parte sem muitas informações sobre o lugar e espera ser surpreendido positivamente. Em outros lugares, já se sabe o que esperar: alguns bons e velhos clichês de cidades turísticas. No entanto, há alguns destinos turísticos que conseguem atender a todas as expectativas e ainda nos dá margem para surpresas. Esse é o caso de San Gimignano, no coração da Toscana.

Para chegar até lá, você já encara todos aqueles clichês deliciosos que todo mundo busca quando vai à Toscana ou a outras regiões bucólicas da Europa, como a Provence (França).
Pelo caminho, você vai se deparar com o cenário que sempre sonhou encontrar: cidadezinhas medievais, pequeninas e tranquilas, repletas de pessoas pacatas e uma dieta baseada em frutas, pães e queijos da melhor qualidade.

LEIA MAIS

Siena: um destino imperdível na Toscana

Florença pela primeira vez: tudo o que você precisa saber

Veneza para iniciantes: as dicas completas

Ao chegar em San Gimignano, o idílio continua, com apenas um senão: a cidade não é tão pequena e tranquila, tem cerca de 7 mil habitantes e é um importante polo turístico. Por isso, não a encontrará vazia, especialmente no verão: você vai se deparar com centenas de turistas vindos de Florença e Siena, que tiveram a mesma grande ideia que você. Mas não se preocupe: basta escapar das ruas mais centrais para o sossego retornar.

Como chegar

San Gimignano

A paisagem da Toscana convida a dirigir devagarinho…

San Gimignano é muito próxima das duas principais cidades da Toscana. Está a 46 quilômetros de Siena e a menos de 70 de Florença. Para quem vai de carro, é a oportunidade de passear pelas belas estradas da região. Estreitas e cheias de curvas, exigem atenção e velocidade reduzida. Mas quem vai querer correr em estradas margeadas por vinícolas, chácaras charmosas e enormes jardins? Durante a primavera as flores de todas as cores e formas dão as caras. No verão, é a vez dos girassóis aparecerem e encantarem os turistas.

Quem não está de carro, no entanto, não precisa se preocupar. Há várias opções de transporte até San Gimignano. Para quem parte de Siena, a melhor opção são os ônibus da Toscana Mobilitá. É possível adquirir as passagens online. No último campo (“Inizio validità”), não se esqueça de colocar na opção “scegli data e ora” para poder escolher o dia e hora da viagem. A passagem custa 6 euros. DICA IMPORTANTE: As linhas fazem paradas em Poggibonsi e, em alguns casos, é preciso trocar de ônibus para seguir viagem. Deixe claro que você quer passagem para San Gimignano, para não ter de pagar uma passagem a mais.

Para quem está em Florença, também é possível ir de trem. A passagem até Poggibonsi custa a partir de 7,5 euros. Mas de lá é necessário pegar um ônibus até San Gimignano.

Chegando na cidade

San Gimignano

Torres, muralhas e árvores são uma constante em San Gimignano

Assim que chegamos na cidade, percebemos que não estaríamos sozinhos: tinha bastante gente entrando no portão principal da cidade (sim, é uma cidade medieval: toda cercada por muralhas, com poucas e estreitas entradas). Por isso, resolvemos fazer uma parada.

Escolhemos um restaurante bacana na ampla praça em frente à muralha. O Caffé Giardino é daqueles lugares tranquilos, com ótima música (muito jazz e bossa nova) e perfeito para tomar um vinho, uma cerveja e uma bela massa. Foi o que nos coube nessa tarde. A Carol ganhou canetinhas para desenhar e ficou bastante entretida.

Alimentados e bem animados, corremos para adentrar na cidade. Logo ao longe já é possível admirar o principal cartão postal da cidade: as gigantescas torres, arranha-céus do período medieval. Atualmente, restam 14 dessas torres, mas San Gimignano chegou a contar com mais de 70, em uma época em que os aristocratas da cidade detinham grandes riquezas.

San Gimignano

A entradinha acanhada ferve no verão.

No início do passeio está o Museu da Tortura, algo semelhante ao que existe em Siena, nos fazendo imaginar que o pessoal da Toscana tenha uma certa fixação pelo assunto.

Se você não está interessado nesses temas espinhosos, siga em frente até encontrar as muitas pracinhas da cidade. Entre elas, está a simpática Piazza della Cisterna, com um prosaico poço bem no centro.  É nesse lugar que encontramos uma sorveteria estupenda: a Gellateria Olmo. O local se gaba de ter “o melhor sorvete do mundo”.

Se é o melhor? Pode muito bem ser, já que a Érica gostou mais do sorvete de lá que os da Crenata, em Jacareí. Vindo dela, é muita coisa.

Patrimônio histórico

San Gimignano

O casório movimentou ainda mais a cidade. Mas os noivos estavam uma pilha

O centro histórico de San Gimignano é Patrimônio Mundial da Unesco. E percorrendo suas belas e tortuosas vielas você saberá porque. O casario medieval é muito bem preservado e alguns dos prédios chamam a atenção pela beleza ou pelo seu bom estado de conservação. As torres, que podem ser vistas de vários ângulos, formam a cereja do bolo.

Uma das principais atrações é o museu SanGimignano1300. Ele conta com várias galerias simultâneas. Mas o que geralmente chama a atenção dos visitantes é uma maquete que mostra como era a cidade no final do século 13.

Também do século 13 é a Igreja de San Francisco. O templo passou por diversas reformas e apenas uma parte do prédio atual remonta a essa data. Um pouco maior e situada ao lado de uma das altas torres está a catedral, de 1056. Na Piazza Santo Agostinho há uma igreja de mesmo nome, de arquitetura semelhante. Quando passamos por lá, estava rolando um casório. Tiramos várias fotos dos convidados e dos noivos, que pareciam um tanto estressados.

Paisagens

San Gimignano

Visual para perder a noção do tempo

Depois de passear pelo centro, resolvemos percorrer os limites da cidade. Foi uma decisão acertada porque fugimos da muvuca, encontramos ruelas deliciosas e ainda nos deparamos com o tremendo visual da Toscana, vista de ângulos bem interessantes.

Foi o nosso momento relax. Passamos longo tempo admirando a paisagem, enquanto a Carol se entretinha com microcaminhões que pareciam de brinquedo (nossa pequena tinha certeza que eram).

Ainda descemos alguns lances de escadas e percorremos algumas vielas (quase trilhas) do lado de fora da muralha. Afastado da multidão, ficamos admirando a espetacular paisagem da toscana. Faltaram apenas os queijos e as frutas para fazemos um piquenique épico, como em Veneza. Mas a curtição foi daquelas de ficar na memória!

San Gimignano

“Mamãe, olha só o caminhão de brinquedo!”

27 thoughts on “San Gimignano: a cidade medieval dos arranha-céus no coração da Toscana

    1. Fábio Mendes Post author

      Olá, Kah. A cidade é encantadora, mesmo. As fotos são lindas, mas nem chega perto do que é ver com os próprios olhos. Abraços!

  1. Aline

    Fazia um tempinho que não passava aqui, mas é sempre assim… Essa vontade louca de viajar depois de ler sobre os lugares aqui!
    Adorei as fotos e os detalhes. Seus textos são ótimos, nos deixam com muita vontade de conhecer esses lugares todos! E ah, achei uma graça sua filha com o mini caminhão!

    Abraços!
    Aline

    Inventando Assunto

    1. Érica França

      Oi, Aline! Brigada pela visita! Temos um vídeo da pequena falando que o caminhão, na verdade, é um “binquedinho”. Ela super amou o veículo, rs. Beijos e volte sempre! 🙂

  2. Paloma Dias

    Que delícia de viagem, ainda não tive a oportunidade de conhecer, mas pelo seu relato vi que o lugar é bom sim e merce ser visitado, quando for volto aqui para buscar mais informações. 🙂

    1. Fábio Mendes Post author

      É verdade, Carla! Cada cidade tem o seu clima especial e todas são muito cativantes. A Toscana, então, é mágica!

    1. Fábio Mendes Post author

      Pois é, também fiquei impressionado com tantas torres e tão altas! A cidade é um sonho, mesmo. Abraços!

    1. Fábio Mendes Post author

      Estou com muitas saudades de Siena e San Gimignano. São suas cidades incríveis e passei belíssimos momentos lá. A Itália é fabulosa!!!

    1. Fábio Mendes Post author

      Essa cidade é sensacional, Adriana. E Montalcino também. Lindíssimas cidades, sonho em voltar sempre!

  3. Ester

    San Gimignano foi com certeza minha cidade preferida da Toscana! Era bem o que eu esperava quando fui pra lá, sabe? Pena que não tive tanto tempo pra explorar… Mas eu fui no inverno, então a cidade estava super vazia, haha! Dava até depressão! Não tinha praticamente nada aberto, nem conseguimos almoçar la! Bjs!!

    1. Fábio Mendes Post author

      Puxa vida, que pena. A cidade movimentada é muito legal de conferir. Se bem que tinha uns lugares onde fomos que estavam cheios demais. Mas a cidade é estupenda, gostamos muito de lá. Beijos!

    1. Fábio Mendes Post author

      E tem mesmo, Giulia. Outra cidade que nos encantou foi Montalcino. Tem tudo o que esperávamos de uma cidadezinha da Toscana. Abraços!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial