Roma Pass vale a pena, sim. Saiba como usar e aproveite muito bem os seus passeios

A maior parte das grandes cidades europeias conta com um passe turístico, que oferece descontos ou mesmo gratuidades em atrações turísticas e também no transporte público. Roma não foge a esta regra e oferece o Roma Pass. Seguindo algumas recomendações especiais, o Roma Pass vale a pena, e muito, tanto para quem vai ficar apenas dois dias quanto para quem puder estender a estadia na Cidade Eterna. Basta fazer a estratégia correta.

O que é o Roma Pass

roma pass vale a pena

Com o Roma Pass, você consegue gratuidade no metrô, ônibus e trams

O Roma Pass é um cartão especial, que oferece exatamente o foi descrito acima: descontos e gratuidades em diversas atrações turísticas e ainda permite utilizar o transporte público na faixa. Há dois tipos de passes, o de 72 horas e o de 48 horas.

O passe de 48 horas permite que você entre de graça em uma das atrações turísticas da cidade e tenha desconto nas demais. Além disso, permite que você possa utilizar de graça, por dois dias, todos os modais de transporte público operados pela ATAC. Isso inclui todas as linhas de metrô, ônibus e trams (bondes).

Se você vai utilizar as linhas ferroviárias, é preciso um pouco mais de atenção. O Roma Pass é aceito nas linhas Roma-Lido, Roma Flaminio Piazza del Popolo-Viterbo e Roma-Giardinetti. No entanto, o mesmo não acontece nos ramais que ligam a cidade aos aeroportos Fiumicino e Ciampino, bem como nas linhas da Trenitália.

roma pass vale a pena

O Fórum de Trajano, no coração histórico de Roma, pode ser visitado com descontos

ATENÇÃO: O Roma Pass não funciona nas atrações do Vaticano, pois afinal de contas trata-se de um outro país, soberano, mesmo sendo minúsculo e estando encravado no coração da capital italiana.

O passe de 72 horas permite que você entre de graça em duas atrações turísticas, além de oferecer desconto nas demais. Além disso, oferece gratuidade, por 3 dias, nos transportes públicos já listados acima.

O passe de 48 horas custa 28 euros, enquanto o de 72 horas sai por 38,50 euros. Ambos podem ser adquiridos aqui. Ao adquirir o passe pela internet, é preciso retirá-lo em um dos postos de informações turísticas da cidade (a lista está no mesmo link). Ele estará disponível 24 horas após ser adquirido. Se não quiser comprar pela internet, é possível ir nestes mesmos pontos e comprar diretamente.

Ao comprar o Roma Pass, você recebe um kit. Nele, virá um cartão, que é o passe propriamente dito, um mapa de Roma e também um guia completo do que fazer na cidade.

Como funciona?

O Roma Pass vem com um kit, que inclui o cartão, mapa e um guia turístico

O Roma Pass vem com um kit, que inclui o cartão, mapa e um guia turístico

O prazo de funcionamento do Roma Pass começa a vigorar a partir da primeira utilização, seja em uma atração turística, seja no transporte público. Em ambos os casos, é preciso validar o cartão em um leitor magnético. Pronto, seu Roma Pass foi validado e já está em funcionamento para o restante do prazo.

Uma dica importante: o Roma Pass é pessoal e intransferível. Por isso, assim que você o adquirir, escreva seu nome completo, como garantia. Assim que você o utilizar pela primeira vez, anote também o dia e horário.

Porque essas informações são importantes? Além de ser sua referência para utilizar nas 48 ou 72 horas seguintes, também será sua garantia ao ser abordado por um fiscal no transporte público. Ele pode pedir para checar se o Roma Pass é realmente seu (não se esqueça de levar seus documentos pessoais, inclusive passaporte) ou se você está utilizando corretamente. Caso seja pego em alguma incorreção, pode levar uma multa bem pesada, por isso é bom prestar bastante atenção.

Vale lembrar ainda que nos ônibus e trams você não precisa passar por nenhuma catraca para acessar o veículo, você já entra direto. No entanto, precisa validar a passagem.

Roma Pass vale a pena?

roma pass vale a pena

Com o Roma Pass, dá para entrar de graça e furar fila no Coliseu e no Fórum

Essa é a pergunta de ouro, que todo mundo faz quando vai a Roma e também quando vai a outras cidades que oferecem passe semelhante. Mas afinal de contas, o Roma Pass vale a pena, mesmo? Isso vai depender do seu planejamento.

Uma dica simples é você aproveitar a gratuidade do passe justamente nas atrações mais caras de Roma. Neste caso, utilize o Roma Pass no Coliseu (o bilhete, que também dá acesso ao Fórum Romano e ao Palatino, custa 12 euros).

Caso você compre o passe de 72 horas, que oferece duas gratuidades, aproveite a segunda na Galleria Borghese (a partir de 10 euros).

roma pass vale a pena

Se você adquieir o passe de 72 horas, dá para entrar de graça na Galleria Borghese

Então vamos às contas: os dois ingressos juntos custam 22 euros. Se você comprar o passe do transporte público para 3 dias (custa 18 euros), já terá gastado 40 euros, mais que Roma Pass 72 horas. Isso sem contar os descontos nas demais atrações.

E se você utilizar o transporte público de forma avulsa, em vez do passe de 3 dias? Um bilhete da ATAC (metrô, ônibus ou tram) custa 1,50 euro. Se você fizer apenas uma saída de ida e volta (integrações são gratuitas), em três dias terá gastado mais 9 euros. Somando tudo dá 31 euros, 7 a menos que o passe. Mas essa diferença você recupera rapidamente indo a mais duas atrações ou utilizando mais algumas vezes o transporte público. E acredite, você vai precisar. Ou seja, planejando direitinho, o Roma Passa vale a pena, mesmo!

No caso do passe de 48 horas, o cálculo é semelhante: uma ida ao coliseu, mais o passe de transporte para 2 dias dá 24,50. Visitando mais uma atração, com desconto, o Roma Pass vale a pena, mesmo em uma estada mais corrida.

Um ótimo fura-fila

roma pass vale a pena

O Roma Pass vai lhe ajudar a fugir das filas no Castel Sant’Angelo

Não bastasse poder economizar nas atrações mais caras da cidade, o Roma Pass vale a pena por outro importante motivo: furar algumas filas, legalmente e sem trapaças. Isso é possível tanto no Coliseu quanto no Castel Sant’Angelo (também conhecido como Mausoléu de Adriano).

Nos dois casos, você tiver adquirido o passe, você pode ir direto para a fila de entrada, sem precisar passar pela fila da bilheteria, que invariavelmente é gigantesca. Especialmente no Coliseu, pular essa fila vai salvar o seu dia.

Em suma, o Roma Pass vale a pena em vários aspectos. Escolha as atrações que mais lhe interessam, aproveite o transporte público sem dó e economize bastante em sua viagem a Roma.

FOTOS: FÁBIO MENDES, ÉRICA FRANÇA E DIVULGAÇÃO

 

47 thoughts on “Roma Pass vale a pena, sim. Saiba como usar e aproveite muito bem os seus passeios

  1. Erica Oliveira

    Adorei a ideia, não sabia da existencia desse pass mas gostei bastante da funcionalidade, não sei se daria certo para quando viajo em grupo pq em geral o povo vai sem muito planejamento, mas quando viajo sozinho é uma super dica!

    1. Fábio Mendes Post author

      Viajando sozinho ou em família compensa demais, Erica. Agora, em grupo é sempre complicado, tem de combinar direitinho. Abraços!

  2. Camila Mondaini

    Olá, acho que seria um passeio bem interessante a questão dos passeios e esse Roma Press vem a calhar né? Só pelo fato de não entrar em filas e conseguir apreciar a paisagem já conta muito. Agora aquele bondinho ali em cima muito se assemelha ao VLT, que instalaram no centro do Rio que liga aos pontos principais da cidade, entre eles a praça mauá, os museus e agora o mais novo aquário da cidade, no qual estou louca pra conhecer. Espero um dia ser tão próspera a ponto de passar uma semana inteira em Roma só conhecendo esses lugares fantásticos. hahaha
    beijos!

    1. Fábio Mendes Post author

      Ainda não fui ao Rio depois que inauguraram o VLT, mas pelas imagens parece mesmo com esse de Roma, que usamos muito pois passa no Trastevere, onde ficamos. Roma é uma cidade cara, mas com planejamento dá para ficar vários dias, não precisa ser muito próspero não. Hahahahahahahaha

      Beijos

  3. Nathalia

    Olá, tudo bem?
    Minha tia passou três meses em Roma e fez o pass… Ela me disse que valeu muito a pena, mesmo não valendo para todas as atrações…
    Só por fazer economizar tempo evitando filas, eu teria um.

    Quero ter oportunidade para conhecer Roma também.

    1. Fábio Mendes Post author

      Só de fugir da fila do Coliseu já vale muito a pena. E dá para economizar bastante!!!

      Quando puder ir a Roma, aproveite!!!

  4. Ficar bem

    Ótimas resenha! Eu tenho o meu guardado até hoje, a partir de quando eu usei isso em Portugal, então mais tarde com o tempo há cerca de 3 meses eu tive a minha cidadania local normal muito agradável este cartão passe magnético, aqui também tem alguma cidade para os turistas que também vão para certos lugares abraço.

    1. Fábio Mendes Post author

      Infelizmente não há um passe tão amplo como esse no Brasil. Em algumas cidades há ingressos especiais para algumas atrações, mas nada como o Roma Pass.

  5. Juliana Moreti (www.turistando.in)

    Eu sempre acho que um CITY PASS vale a pena, tanto pela economia como pela facilidade de “furar fila”.
    Porém, lendo teu texto confirmei a ideia de que o Roma Pass era mais interessante no passado, quando o seu valor era a soma do Colosseo e do Borghese e com isso, o transporte acabava sendo gratuito!
    Mas, mesmo assim, é sempre interessante!

    1. Fábio Mendes Post author

      Já me disseram que o Roma Pass era melhor no passado, Juliana. Mas ainda assim continua compensando. Especialmente por fugir da filona do Coliseu. Abraços!!!

    1. Fábio Mendes Post author

      Obrigado, Ana. Vale mesmo a pena, especialmente para nós que fazemos um monte de coisa onde vamos. Abraços!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial