Rio de Janeiro: Forte de Copacabana

Não adianta negar. O Rio de Janeiro continua lindo. E está mais na moda do que nunca.

forte de copacabana

Eu, que não havia me rendido aos encantos do Rio na primeira viagem – quando o bondinho quebrou sobre os Arcos da Lapa; quando choveu a maior parte do tempo; e quando cheguei pelo Galeão – agora fui mordida pelo bichinho carioca.

Algumas razões contribuíram fortemente para a minha mudança de postura. A primeira delas é que cheguei ao rio desta vez pelo Santos Dummont. Conforme o avião vai se aproximando do aeroporto, a cidade vai se descortinando na janelinha, atração a atração. O mar, o Corcovado, o Cristo. É muita beleza junto.

Além disso, hospedei-me na Zona Sul e não no centro, como da primeira vez. E, se eu queria antes ver como a cidade era de fato, agora queria mesmo saber como se sente um morador da zona sul. É, infelizmente, a beleza (em doses diárias, sem regulagem) é para poucos. E como mora bem quem tem o privilégio de morar perto do mar do Rio de Janeiro.

forte de copacabana

Em um dia de sol, a cidade vibra. A vibe de alegria e felicidade inunda a cidade, inebria os turistas. Fico a imaginar qual a surpesa de um cidadão que vem de uma cidade fria da Suécia, por exemplo, e se depara com o conjunto sol+praia+alegria+esporte+Corcovado. Começo a entender o porquê da fama do Rio.

O primeiro passeio que fiz nesta viagem – e que valeu pelo período que fiquei na cidade – foi até o Forte de Copacabana. Caminhei a altura do Copacabana Palace até o forte, pela orla. Em um dia ensolarado.

forte de copacabana

Ao chegar ao Forte de Copacabana, o mais impressionante é a vista. A partir do monumento, é possível ver toda a orla, com os bairros de Copacabana e o Leme ao fundo. Há duas cafeterias no forte, a Colombo e o Café 18 do Forte, não tão conhecida. A Colombo costumar ter fila de espera. Na minha opinião, o maravilhoso do lugar é a vista. Sente-se sem pressa, tome um café e olhe o mar.

Forte de Copacabana

Se conseguir desviar seu olhar de toda esta beleza, entre no Forte de Copacabana, que guarda um museu histórico do Exército. Ali, há documentos importantes sobre a história do Brasil, como a participação dos pracinhas do Exército na Segunda Guerra Mundial.

Forte de Copacabana

Serviço: 

Endereço: O Forte fica na praça Coronel Eugênio Franco, No 1, no posto 6 em Copacabana. Para chegar, você pode pegar as linhas 121, 126, 127, 484 e 455. Se for de metrô, a estação mais próxima é a Cantagalo.

Funcionamento: O museu funciona de terça a domingo, das 10h às 18h. Os cafés ficam abertos até as 20h.

Ingressos: Os ingressos custam R$ 6, mas estudantes e maiores de 60 anos pagam meia entrada.

TEXTO E FOTOS: ÉRICA FRANÇA

Leia mais:

Rio de Janeiro: Parque Lage

Lagoa Rodrigo de Freitas

Como economizar com transporte a partir de aeroportos

Read more in english:

Lage Park

Rodrigo de Freitas Lake

2 thoughts on “Rio de Janeiro: Forte de Copacabana

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial