Murano e Burano: os locais perfeitos para você comprar os souvenires de Veneza

murano e burano

Murano é um recanto perfeito para um passeio despretensioso

O centro histórico, formado pelo complexo de ilhas em torno do Grande Canal, é o centro nevrálgico da Veneza turística. Mas há outras boas atrações a um vaporetto de distância, ainda dentro da Laguna Veneta. Murano e Burano são dois recantos perfeitos para bater pernas, relaxar e também comprar as lembranças para a família  e amigos. Afinal, artesanato é o que não falta por aqui.

Murano é um conjunto de cinco ilhotas, também interligadas por canais, e que está a 15 minutos de Cannaregio, na estação localizada na Fondamente Nove. No meio do caminho, é possível fazer uma parada rápida na Isola de San Michele, a ilha-cemitério de Veneza. Entre as sepulturas estão a de sete marinheiros britânicos, mortos durante a Segunda Guerra Mundial. Mas o que chama mesmo a atenção é a bela Igreja San Michele in Isola, construída em 1469 e que é considerado o primeiro edifício de arquitetura Renascentista da cidade.

Leia mais sobre Veneza

Veneza para Iniciantes: o guia completo
Como (não) se perder em Veneza
Regata Storica: um programa sensacional
Palazzo Ducale: luxo e poder da antiga República

Mas vamos ao ponto final desta linha. Murano é conhecida como a “Ilha dos Vidros”. Isso porque a região é repleta de pequenas fábricas, muitas tocadas por pequenos e médios empreendedores. O vidro é o grande cartão de visitas do lugar e o que não falta são lojinhas vendendo todo o tipo de produto derivado: colares, brincos, bibelôs, vasos e enfeites diversos. E em várias das fábricas, é possível ver os funcionários criando os produtos, em tempo real.

Murano e Burano

A Igreja San Michele in Isola é a primeira construção renascentista da cidade

Murano se tornou essa meca do vidro por questões de segurança. Em 1291, o ducado transferiu para lá todos os vidreiros e cristaleiros de Veneza. A medida foi tomada porque na região central a maior parte dos edifícios ainda era de madeira e o risco de incêndios era constante.

Além das muitas lojinhas de vidro e restaurantes bacanudos, Murano abriga outras atrações, como as igrejas de Santa Maria e São Donato, que conta com mosaicos bizantinos do século XII, e a de San Pietro Martire. Há ainda o Palácio da Mula, que abriga exposições diversas, e o Museu do Vidro, que não poderia faltar em um lugar como esse. O local está fechado devido ao período mais rigoroso do inverno e retomará as atividades em 8 de fevereiro. Mais informações aqui.

Burano

Murano e Burano

Casario colorido confere um charme todo especial a Burano. Foto: Divulgação

Murano e Burano têm muito em comum. Uma das semelhanças é que ambas as localizadas são formadas por uma série de ilhotas, interligadas por canais. Burano, no entanto, está um pouco mais distante do centro histórico: 11 quilômetros. Para chegar lá, basta pegar a linha 12 do Vaporetto, que levará cerca de 45 minutos para chegar.

A grande diferença em relação a Murano se percebe logo ao chegar: a maior parte do antigo casario é pintada com cores fortes, criando uma sensação de mosaico gigantesco e dando ao lugar um charme especial.

Ao caminhar pela cidade, você irá se deparar com um comércio bem mais diversificado. Aqui, os objetos de vidro dão lugar às rendas, tradicionais desde o século XVI. Também são muito procuradas as famosas máscaras de carnaval. Este é um dos lugares mais adequados para comprá-las, já que no centro histórico há muitos produtos “made in China”. Tire uma tarde para conhecer Murano e Burano ou, se tiver pouco tempo, um dia para os dois locais.

TEXTO E FOTOS: FÁBIO MENDES

veneza

6 thoughts on “Murano e Burano: os locais perfeitos para você comprar os souvenires de Veneza

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial