Kidzania: diversão e aprendizado em um só lugar

kidzaniaComo você imagina que seu filho iria se sair como bombeiro? E policial? Que tal médico, entregador de valores, cozinheiro, cientista, construtor? Em São Paulo, no parque Kidzania, você tem a oportunidade de ver seu filho “brincando” de várias profissões. E o resultado é incrível. Neste post, vou falar pra você da experiência de visitar o Kidzania e te dizer quais as principais atrações deste parque, onde diversão e aprendizado estão lado a lado.

Aterrisando na cidade de Kidzania
kidzania

Ao chegar no Kidzania, localizado no shopping Eldorado, em São Paulo, você sente que está entrando em um novo destino. A bilheteria é como um balcão de check-in, onde você recebe seu bilhete de embarque. A criança também recebe um cheque de 50 kidzos (a moeda local) para trocar por dinheiro no banco. E todos os visitantes recebem uma pulseira de segurança. A pulseira da família é interligada, o que significa que criança e pais têm o mesmo código. Com este esquema de segurança, a criança não consegue sair de dentro do local sozinha nem com outro adulto. A saída da cidade também é pelo serviço de imigração.

Dentro da cidade, a criança tem de ser acompanhada por um responsável. Se houver mais de um adulto, o outro pode sair para passear no shopping e retornar depois ao parque.

Entrando no Kidzania, você passa pela esteira e detector de metais, como no aeroporto. A diferença é que, neste caso, não é preciso tirar cinto e moedas do bolso para colocar na bandeja. (ufa!)

Passando a “alfândega”, chegamos à nova cidade.

O Kidzania é, de fato, uma cidade. Ali, há banco, hospital, quartel de bombeiros, delegacia, serviço de entrega, fábricas, lojas, lanchonetes. Em um primeiro momento, tive dificuldade de compreender o que era brincadeira e o que era de adulto. Quis mandar a Carol para brincar na lanchonete (que era de verdade) e pedi informação para uma moça com colete e crachá (que era, na verdade, uma criança “brincando” de repórter).

Mas a minha confusão passou rápido, para alegria da Carol, que já se sentia envergonhada, e começamos a entender como funciona a nova cidade.

Cada atração tem na porta um cartão com o tempo de duração da atividade, a idade mínima para a criança participar, o número de crianças que podem participar a cada vez e o horário da próxima atividade. A plaquinha também indica se é uma atividade em que as crianças pagam para participar (com kidzos) ou ganham salário.

Fomos em um domingo e estava bem cheio. As filas para as atrações mais concorridas (bombeiro, hospital, polícia, escola de piloto e fábrica de chocolates) estavam demoradas.

O mais complicado era explicar para a Carolina que ela teria de esperar 20 ou 30 minutos pela vez dela. Crianças maiores entendem melhor esta espera e as pequenas acabam se confraternizando na fila, enquanto pulam, brincam e lidam com a ansiedade.

Imagino que, durante a semana, o local seja mais vazio. Se você puder escolher, recomendo ir em um dia mais calmo que domingos e feriados, mas ressalto que se domingo for seu único dia livre, vá mesmo assim. A espera é compensada pela empolgação das crianças. Elas treinam de fato para a vida adulta – lidam com dinheiro, trabalham e tem de esperar nas filas pela sua vez.

A seguir, quero te mostrar algumas atrações do Kidzania. Falarei com mais detalhes das que a Carol participou.

Quartel de bombeiros

kidzania

Logo na chegada, avistamos o quartel de bombeiros e a Carol ficou na fila. Percebi que o parque estava todo cheio e quis garantir de cara uma atividade que ela quisesse muito fazer. Talvez tenha sido uma decisão acertada, porque não deu para ela ir nas outras atrações mais concorridas. Quando você chegar à cidade, dê uma volta e deixe a criança escolher suas prioridades. Assim, você garante que ela consiga fazer uma ou duas das atividades mais concorridas. E, daí em diante, elas podem fazer as outras com mais tranquilidade.

O quartel de bombeiros é uma das atrações mais bacanas. A espera foi de cerca de meia hora, mas toda a ansiedade dela (e, pelo que vi, das outras crianças) foi compensada.

Os novos bombeiros fazem um treinamento, aprendem os gritos de guerra da corporação, se preparam para a missão colocando o uniforme completo, e seguem de caminhão para o hotel em chamas. Com mangueiras, apagam o incêndio e retornam ao quartel, onde retiram o uniforme e recebem o salário (8 kidzos).

A Carol amou as outras atrações, mas passou a tarde cantando a música dos bombeiros e contando a todos que ela era bombeira. Percebi que foi bem marcante para ela.

Leia também: Parque da Mônica também é atração imperdível para crianças 

Segurança – transporte de valores

kidzania

Em duas atrações, as crianças saem pela cidade com seus carrinhos para fazer entrega – uma delas é entrega de encomendas e a outra entrega e coleta de valores. Novamente, os novos funcionários passam por um treinamento, colocam seus coletes e recebem as instruções. Juntas, as crianças saem pelo parque com mapas de onde devem fazer entregas e coletas. Saem pelos estabelecimentos da cidade conversando com funcionários e se apresentando.

Brincar é algo muito sério para as crianças. É desta forma que elas aprendem sobre si mesmas, sobre o mundo, aprendem a lidar com o outro, resolver conflitos, externar opiniões. E, no Kidzania, isso ficou muito claro para mim. As crianças não estavam “brincando” em nenhum momento, mas levando tudo muito a sério. E foi bem interessante observar isso.

Delegacia de polícia

kidzania
Nesta atração, as crianças também participam de um treinamento e saem pela cidade checando se está tudo em ordem. Ao longo do dia, vi inclusive alguns policiais levando moradores da cidade (funcionários de outras atrações) para a delegacia, onde ficam em uma cela.

Oficina de hambúrguer

kidzania
Uma das lanchonetes dentro do parque é o Burger King e, ao lado, há uma oficina de hambúrgueres para as crianças. Nesta atração, em vez de receber salário, as crianças pagam para participar. Lá dentro, com avental e touca, montam seus lanches e, após o trabalho, podem comê-lo nas mesinhas do lado de fora.

A atividade custa 12 kidzos.

Leia mais: Um fim de semana perfeito para crianças em São Paulo

Construtora – casa sustentável

kidzania

Ao lado da cozinha onde as crianças fazem o hambúrguer, há uma obra com a placa de que precisa de trabalhadores. Ali, os novos funcionários vão trabalhar na construção de uma casa sustentável. As crianças montam paredes e observam nos canos a descida da água (da chuva, conforme a Carol me explicou) e a ligação da energia elétrica.

Unicef

kidzania

Na atividade da Unicef, os pequenos aprendem sobre a entidade e suas funções. Entendem que o agente da Unicef têm de zelar pelo bem estar e saúde das crianças do mundo todo.

Depois de aprender na teoria, os novos agentes saem em campo pelo Kidzania e se dirigem ao hospital, onde vão cuidar dos bebês nas incubadoras.

(Para nós esta atividade foi muito interessante porque, fora o aspecto social e educativo, a Carol teve a oportunidade de entrar no hospital, mesmo não tendo ficado na fila para brincar de médico).

Hospital

kidzania

Outra atração muito concorrida, o Hospital também é uma das atividades mais bacanas do parque. E a razão é que, como nos Bombeiros, as crianças podem andar em um veículo próprio. Ao longo do dia, é possível ver a ambulância, de sirene ligada, andando pela cidade.

Leia também: Museu Catavento é atração educativa e super acessível na capital paulista

Mais Atrações

kidzania

A seguir, mais algumas atrações presentes no parque. Em um dia tranquilo, é provável que a criança consiga fazer a maior parte das atividades em que têm interesse. Mas, pelo que percebi, um dia é pouco para que todas as atrações sejam experimentadas. Sempre vai ficar uma para ser novidade para a próxima visita.

– Loja de Brinquedos
– Rádio
– Jornal
– Oficina de Fotografia
– Estúdio de Modelos
– Escola de Teatro
– Escola de Dança
– Fábrica de Suco
– Fábrica de Chocolate
– Fábrica de bala
– Escola para tirar carteira de motorista
– Pista para dirigir
– Arena para jogadores de futebol
– Joalheira para construir joias e bijuterias
– Escola de Pilotos
– Laboratório para cientistas (pesquisa)
– Universidade (onde os alunos são estudantes)
– Cozinha
– Escola de Pintura
– Cozinha para fazer pizza

Parceiros e patrocinadores

kidzania

Os parceiros do Kidzania dão nome às atrações, o que faz com que a cidade fique mais real e os empregos também. Assim, o banco onde as crianças trocam dinheiro e podem fazer um cartão para pagar as atrações é o Bradesco. Na escola de fotografia, elas treinam com máquinas Nikon. O rádio da cidade é a CBN e o jornal, a Folha de São Paulo. O serviço de coleta e entrega de valores é da Prosegur.

Comidas

kidzania

É fato que as crianças não vão querer parar seu atribulado dia de trabalho para comer, mas há algumas opções dentro do parque e sempre é possível para os pais comprarem algo e levarem até os pequenos, se eles estiverem em uma folguinha de seus empregos.

No primeiro andar, há uma lanchonete, onde há salgados, sanduíches, sucos naturais, refrigerantes. Um saco de mini-pão de queijo custa R$ 10, salgados custam R$ 7 e o saquinho de pipoca, R$ 5. Próximo à lanchonete, há um carrinho de pipoca e outro de balas. Ainda no primeiro andar, está o Burger King e há um quiosque com salgadinhos, balas, bebidas.
No segundo andar, há uma pizzaria (fica ao lado da cozinha onde os pequenos preparam a pizza) e uma loja da Kopenhaguen (também ao lado da fábrica de chocolates).

Conclusão

Na minha opinião, o Kidzania é um passeio imperdível para as crianças, é uma excelente opção que une o aprendizado à diversão. Elas aprendem a lidar com dinheiro ou entender seu conceito, conseguem absorver que é do trabalho que vêm o dinheiro que os pais ganham. Entendem que precisam trabalhar se quiserem comprar e fazer algo que custa dinheiro. No fim do dia, podem trocar o dinheiro que ganharam por lembrancinhas e brinquedos. Aprendem daí a fazer matemática, escolhas, e realmente treinam para a vida adulta, mas de forma divertida e sem pressão.

Serviço
Endereço: Segundo sub-solo do Shopping Eldorado – A KidZania fica localizada no segundo sub-solo do Shopping Eldorado
Avenida Rebouças, 3970, São Paulo
Quando: Cheque aqui os horários de funcionamento
Para quem: Para crianças de 4 a 14 anos.
Quanto:
De terça a sexta, das 10h às 16h30
Criança – R$ 99,90
Adultos – R$ 50
De terça a sexta, das 13h às 16h30 (exceto feriado)
Criança – R$ 60
Adulto – Um adulto grátis. Demais adultos acompanhantes pagam R$ 30
Sábados, domingos e feriados, das 12h às 18h30
Criança – R$ 120
Adulto – R$ 50

Clientes com cartões do Bradesco, Latam e Porto Seguro têm descontos. Confira aqui.

viagem-com-criancas

Este post foi produzido em parceria com a Kidzania. Nós do Viajante em Tempo Integral agradecemos as parcerias e ratificamos a nossos leitores que todas as informações do post são provenientes de nossas experiências. Nossos parceiros não interferem em nossas publicações.

46 thoughts on “Kidzania: diversão e aprendizado em um só lugar

  1. Lucimar da Silva Moreira

    Fábio que legal esse lugar, é uma ótima oportunidade para as crianças começar a ter conhecimento de algumas profissões, o meu sobrinho aí iria amar isso, Fábio uma ótima opção de laser para as crianças, abraços.

    1. Fábio Mendes

      É uma ótima opção para a criançada, sim. Um lugar que vale muito a pena, quando puder, leve o seu sobrinho. Abraços!

  2. Erica Oliveira

    Gente, que 10. Não tinha visto essa atração ainda, é muito diferença e a criançada deve adorar (e os pais também rsrs). Já vou falar pra criançada da família pq elas com certeza vão pirar com tanta diversão.

    1. Fábio Mendes

      Quando ela crescer um pouco mais, leve sim! Aproveita e dá uma conferida em outros textos do blog. Indicamos vários lugares para levar as crianças, em qualquer idade. Beijos!

  3. Danielle Cunha

    Nossa, muito legal mesmo! Muitas vezes as brincadeiras pras crianças nao possuem esse fim educativo que essa tem, e elas aprendem sem perceber, o que é mais legal ainda.

    Beijosss!!
    ddanicunha.blogspot.com

    1. Fábio Mendes

      Exato, Danielle. As crianças vão aprendendo enquanto brincam e se divertem. E assimilam muitas coisas bacanas. Beijos!

  4. Aline Pereira

    Nossa, achei demais esse parque! Fiquei lendo o post e imaginando o quanto me divertiria se fosse criança e estivesse ali. Realmente deve ter sido muito marcante e especial para a Carol!
    Vou me programar para levar os sobrinhos agora!
    beijos

    1. Fábio Mendes

      Oi, Aline. Leve os sobrinhos sim. Tenho certeza que eles vão curtir tanto quanto a Carol, é uma ótima experiência. Beijos!

    1. Fábio Mendes

      Tem pai que se diverte tanto ou mais que os filhos, é um lugar bem bacana, mesmo! Quando puder, leve a filha para conhecer, ela vai pirar também. Beijos!

  5. Gisele Rocetti

    Sensacional…..deveria existir vários lugares assim (claro com preços mais acessíveis), mas super apoio essa idéia de acrescentar algo na vida dos pequenos.
    Parabéns pelo post
    Parabéns pelo Blog
    Muito sucesso sempre

  6. Priscila Sawa

    Gente do céu, já fui no Kidzania mas com meu priminho. Tenho uma pequena reclamação do lugar que foi naquela parte do hospital, como eu vi na foto, as meninas receberam bonecas não é? Pois bem, o Pedro queria ver também mas a monitora não deixou, falou que era coisa de menina. Poxa, maldade isso. Mas de resto EU SUPER AMEI ESSE LUGAR. Fui numa quinta feira com ele e minha tia, depois da escolinha dele e todo mundo amou, tanto que ele só pede pra voltar lá. Pergunta, já forma no Parque da Mônica? Lá é bastante interativo e tem até teatrinho, mega divertido. Hahaha. Adorei!

    1. Fábio Mendes

      Oi, Priscila. De fato, não há problema em os meninos brincarem com as bonecas. Taí uma boa sugestão para o pessoal de lá! Nós adoramos o KidZania, a Carol ficou enlouquecida lá! E fomos ao Parque da Mônica recentemente, é muito legal! O teatro é mesmo muito bacana!

  7. Ana Paula

    A Kidzânia é muito bacana.
    Meus filhos foram há uns 2 meses atrás com a escola.
    Chegaram todo felizes pois aprenderam a fazer pizza kkkkkk
    Mto caro, mas mto bom!

  8. Ficar Bem

    As Crianças precisam … Então, pode se divertir em várias profissões inventa, aprende e confere habilidades. Além de estimular a curiosidade, é o que o mundo precisa para essas crianças. Aprendem Brincando, em um parque temático deve ter em todas as cidades no Brasil amei saber sobre este parque.

  9. Eduarda

    Que lugar maravilhoso! Com certeza vou me programar para ir! E os preços? Achei super bom, levando em conta a quantidade de atrações! Mais uma vez, parabéns pelo blog!!

  10. Tatiana Anflor

    Que ideia fantástica desse parque, pena que não tem na minha cidade, acho que o meu sobrinho adoraria ser bombeiro ou policial. Mas que sabe quando formos a São Paulo fazemos uma visitinha ao parque. Ótima dica!

    1. Fábio Mendes

      Na América do Sul há apenas 2 KidZania: em São Paulo e Santiago. Deveria haver mais, mesmo, pois é muito bacana! Quando vierem para cá aproveitem e visitem o local. Abraços!

    1. Fábio Mendes

      Ele é bem legal mesmo. E a criançada pira muito! Quando puder, dê uma passadinha sim que vale muito a pena. Beijos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial