Jardim Botânico é um dos melhores parques para ir com crianças

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Gosto do Parque Ibirapuera. Mas, nos finais de semana e feriados, não adianta ir até lá para fugir do estresse do trânsito. Porque você se estressará com o trânsito de bicicletas, patins, patinetes, crianças. Mesmo ao lado do lago, vira e mexe tem alguém solidário dividindo contigo sua música, seja um forró ou um funk bem bom. Então, quando eu quero entrar em contato com o verde, em São Paulo, e estou em busca de um pouco mais de calma e tranquilidade, não é para o Ibirapuera que eu vou. Eu vou para o Jardim Botânico.

Há palmeiras imperiais na entrada. Há banquinhos, uma larga avenida com lagos, um jardim com árvores diversas cujas espécies estão identificadas com placas informativas. Ainda próximo à entrada do parque, há um restaurante com comida por quilo. A comida é boa e o lugar extremamente agradável. O preço é R$ 50 o quilo. Sucos custam R$ 6.

Embora o restaurante não seja barato, ele não é a opção mais escolhida de alimentação no Jardim Botânico. O forte mesmo são os piqueniques. Com grandes áreas verdes gramadas, o visitante vê muitas toalhas listradas com cestas de piquenique, bolos, pães, frios, sucos e até taças e champanhe ou vinho. Famílias com crianças se deliciam nestes espaços.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Um dos pontos mais lindos do parque é o Lago das Ninféias. Há bancos cercando o lago, mas o mais gostoso é sentar na grama e ficar ali contemplando a água, os pássaros, os patos. E há ainda uma imensidade de fauna aquática. Eu não entendo nada de Botânica, mas aposto que biólogos e interessados vão gostar bastante.

É visível o quanto o Jardim Botânico, em seus 360 mil metros quadrados, é um dos melhores locais de São Paulo para ir com crianças. Além da experiência do piquenique, há muito espaço para as crianças correrem, brincarem, fazerem jogos como pega-pega, bola, amarelinha, até futebol americano. Atividades difíceis para as crianças que vivem em apartamentos ou espaços pequenos. Ali, elas também têm a oportunidade de avistar árvores, flores, borboletas, passarinhos, lagartos e bugios. Podem ainda fazer trilhas brincando de exploradoras e visitar uma casa de pau a pique.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Os macaquinhos ficam fazendo peraltices nas árvores ao final da trilha que leva à nascente do Pirarungáua, um dos córregos que formará o riacho do Ipiranga, aquele da Independência, tá lembrado? Eles fazem a alegria de crianças e adultos.

A estufa e o orquidário, infelizmente, se mantêm fechados já há anos.

O Jardim Botânico de São Paulo está inserido no Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (PEFI), que abriga, em sua área, uma reserva biológica com vegetação remanescente de Mata Atlântica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

O local é mantido pelo Instituto de Botânica pertencente à Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

Ingressos
O ingresso custa R$ 5. Público em geral desembolsa R$ 3 pelo ingresso. O estacionamento, do outro lado da rua, custa R$ 8 para carros de passeio.

O Jardim Botânico fica na avenida Miguel Stéfano, 3031, na Água Funda, zona sul do município, ao lado do zoológico. (Não é recomendável fazer os dois passeios no mesmo dia, porque ambos são grandes e com muita coisa para ver). Ele fica aberto de terça a domingo e feriados, das 9h às 17h. Em alguns feriados, o parque não funciona – Sexta-feira Santa, Natal e Ano-Novo.

Crianças de até 10 anos, portadores de necessidades especiais e adultos acima de 60 anos são isentos do pagamento do ingresso.

TEXTO E FOTOS: ÉRICA FRANÇA

Leia mais sobre São Paulo no blog

4 thoughts on “Jardim Botânico é um dos melhores parques para ir com crianças

  1. Fábio

    É incrível a discrepância entre o Jardim Botânico e o Parque do Ibirapuera. Só a lamentar as más condições das vias que levam até lá. O que, talvez, justifique mesmo o sossego do lugar.

  2. Fábio

    É incrível a discrepância entre o Jardim Botânico e o Parque do Ibirapuera. Só a lamentar as más condições das vias que levam até lá. O que, talvez, justifique mesmo o sossego do lugar.

  3. kikafranca

    Pois é, faltou mesmo falar que as ruas que levam até o Jardim Botânico estão em péssimas condições. E que a via, na entrada do local, tem buracos e é impossível para um cadeirante. O farol ali na frente também é um caos e os motoristas não respeitam muito a faixa de pedestres. Uma revitalização no entorno seria ótima para atrair mais visitantes para este ponto turístico excelente da capital paulista.

  4. kikafranca

    Pois é, faltou mesmo falar que as ruas que levam até o Jardim Botânico estão em péssimas condições. E que a via, na entrada do local, tem buracos e é impossível para um cadeirante. O farol ali na frente também é um caos e os motoristas não respeitam muito a faixa de pedestres. Uma revitalização no entorno seria ótima para atrair mais visitantes para este ponto turístico excelente da capital paulista.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial