Festival Mucho! integra a música latino-americana

festival mucho

Um festival para romper estereótipos e mostrar mais da América Latina para os brasileiros. Este é o Festival MUCHO!, que terá sua primeira edição no dia 7 de maio, em São Paulo. As atrações serão Kevin Johansen + The Nada, No Te Va Gustar, Francisco, El Hombre, Gaby Moreno e Romperayo.

O brasileiro vai a Buenos Aires, Santiago e Montevidéu, mas a cultura latino-americana ainda não está inserida no cotidiano brasileiro. Autores como Bioy Casares, Cortázar, Mario Benedetti e Galeano não são estudados nas escolas comumente. Filmes mexianos, argentinos e chilenos não estão entre as escolhas mais comuns. E pouco se conhece, geralmente, de bandas e cantores da América Latina.

Temos línguas semelhantes, mas parece que as semelhanças nem sempre nos unem. E é por esta razão que a realização de um festival como o Mucho é tão importante para a integração cultural latino-americana.

O Viajante em Tempo Integral conversou com Sebastián Piracés-Ugarte, vocalista e baterista da banda Francisco, El Hombre. A banda é composta por dois irmãos mexicanos e três brasileiros. Ele dividiu conosco suas impressões sobre a realização do festival, falou da formação do grupo e de suas viagens pela América Latina.

O grupo surgiu quase como uma forma de financiar uma grande viagem pelo continente. E daí vieram referências, inspirações e hoje a banda se consolida No cenário nacional. Durante o festival, o grupo formado por dois mexicanos e três brasileiros tocará, entre outras, canções de seu novo CD, Soltasbruxa.

“O Brasil ocupa um lugar de tanto destaque cultural na América Latina que os brasileiros não sabem. No Chile, em 2014, chegamos lá para tocar e alguns músicos começaram a tocar músicas Lado B do Djavan, que nem conhecíamos”, comentou Sebastián. “Mas como resultado de um longo processo, aqui as pessoas abrem o celular e só toca música gringa. Nos festivais, as atrações são gringas. Para mim, isso é um grande terremo para trabalharmos. Quando vemos um situação que não é a ideal, temos de investir nela”, disse.

Para Sebastián, o festival é fundamental no sentido da integração da cultura latino-americana. “Temos de dar as mãos pra irmãos e irmãs latinos. Vamos crescer juntos”.

festival mucho

A banda francisco, el hombre, se apresenta no Festival Mucho!

Viagens

Há quatro anos, o grupo de amigos sentia que a vida estava parada e monótona. “O que a gente tinha em comum era a vontade de se redescobrir, de conhecer cantos novos, em todo o sentido da palavra. Nos juntamos e pensamos em usar nossa música como combustível para uma grande viagem. Cada um saiu com pouco dinheiro, de R$ 100 a R$ 600 apenas. Percebemos que não só era sustentável ficar sempre na estrada, mas estávamos crescendo como pessoas de um jeito que nunca tínhamos imaginado”.

Para se comunicar, no início, a banda tocava em espanhol. Depois de começar a viajar mais pelo Brasil e se estabelecer aqui, vieram também mais músicas em português.

Para Sebastián, o Brasil, a América do Sul e a América Latina são grandes mundos a serem descobertos. “O que eu acho incrível da América Latina como um todo é que é um lugar incrível pra descobrir, porque dá para viajar de maneira barata e sustentável. Há carinho e admiração mútua entre o povo latino-americano. Isso já te coloca em um patamar de igualdade e respeito muito interessante. A gente teve o privilégio de conhecer o Nordeste do Brasil até o Sul do Chile, em uma viagem de carro. As captais são magníficas, mas os países são muito mais que as capitais. Se você quer realmente aprender sobre uma cultura, tem de sim conhecer as grandes cidades, mas também saber fugir delas”, orientou.

Entre os lugares guardados no coração de Sebastián, estão a Cordilheira dos Andes, a Patagônia, a Cidade do México, onde nasceu, e o Nordeste brasileiro. “No Nordeste, encontrei as pessoas mais gente boa”, disse.

Demais atrações confirmadas

festival mucho

Kevin Johansen e Emiliano, vocalista do No Te Va Gustar – atrações do Festival Mucho!

O Festival Mucho conta com mais duas atrações de peso confirmadas: Kevin Johansen, tocando com a banda The Nada, e o grupo uruguaio No Te Va Gustar.

Kevin Johansen é nascido no Alasca, filho de mãe argentina e pai americano.

Considerada um dos principais grupos do Uruguai, o No Te Va Gustar costuma tocar em estádios para 40 mil pessoas. Já assistimos a um show do No Te Va Gustar em Buenos Aires. Leia aqui para saber como foi.

Confira a programação do evento:

16h30 – Romperayo – Colômbia
17h45 – Gaby Moreno – Guatemala
19h – Francisco, el hombre – Brasil
20h30 – Notevagustar – Uruguai
22h – Kevin Yohansen – Argentina

Festival Mucho!

Quando: 7 de Maio, a partir das 12h
Onde: Audio (Avenida Francisco Matarazzo, 694, Água Branca, São Paulo)
Ingressos:
Inteiro: De R$ 80 a R$ 140
Mais informações: https://www.ticket360.com.br/evento/6673/mucho!-festival

14 thoughts on “Festival Mucho! integra a música latino-americana

  1. Ruthia

    Adorei a ideia de formar um grupo musical para viajar. Infelizmente a maioria dos mortais não foi abençoado com um talento artístico que permita uma aventura assim, rs!
    Vou pesquisar essas bandas no youtube, para remediar a minha ignorância.
    Abraço

  2. Flávia Donohoe

    que bacana divulgarem mais da cultura latino-americana no Brasil, sempre tento incluir a música latina, em especial o rock latino no meu blog, gosto muito das músicas do Kevin Johansen e do No te va Gustar, ótimo post!

  3. Anderson Kaiser

    Boa dica. Confesso que não tinha ouvido falar desse festival ainda. Mas parece ser uma boa opção para quem está em São Paulo. Como moramos aqui, vou dar uma olhada com mais calma.

  4. Fabia Fuzeti

    Que legal esse festival. E muito necessário. É completamente verdade como não conhecemos artistas dos outros países Latino americanos. Triste. Precisamos mudar isso!

  5. Dani Bispo

    Que máximo esse festival. Puxa verdade que nós brasileiros não conhecemos nada da cultura latino americana. E pior, grande parte tem muito preconceito. Espero que o festival quebre esses paradigmas

    Bjs
    Dani Bispo
    abolonhesa.com

  6. Poliana

    Adorei o post, fala muito sobre o que eu penso. Amo música latina e de maneira geral curto e consumo bastante dos produtos culturais dos países hispanoamericanos. Desejei o Mucho. 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial