Imperdível: confira cinco exposições na cidade de São Paulo para aproveitar as férias

exposições em São Paulo

Nem todo mundo foi para a praia nessas férias. Alguns resolveram fincar pés na capital paulista e outros pensam inclusive em fazer uma visita à cidade, aproveitando que ela mais vazia e, portanto, mais agradável. E não há como estar na Pauliceia sem usufruir de toda a vasta e riquíssima programação cultural que ela oferece, como shows, pelas filmes. E claro, há muitas e muitas exposições em São Paulo.

Nós fizemos uma lista especial para quem estiver em janeiro na cidade. São cinco grandes exposições em São Paulo, atrações imperdíveis, de renomados artistas internacionais e personagens míticos da televisão e dos quadrinhos. Todos eles são de fácil acesso, especialmente de metrô, e a maioria tem entrada gratuita.

Leia mais

O que visitar em São Paulo: textos compilados
Revezamento para visitar grandes museus: é simples e dá certo
Dicas para viagens com crianças

Muitas dessas exposições em São Paulo são inéditas em território nacional. Estão em curta temporada, e não devem retornar tão cedo. É uma oportunidade única, portanto, inclua essas atrações em sua agenda, você não vai se arrepender.

O hiper-realismo de Ron Mueck
exposições em São Paulo

Sucesso em todo o mundo, a exposição do artista plástico australiano Ron Mueck chegou a São Paulo em novembro. Desde então, vem atraindo multidões que correm para ver suas obras hiper-realistas. Suas esculturas humanas ganham dimensões exageradas, mas altamente expressivas.

Para atingir esse estágio elevado de reprodução da anatomia humana, ele utiliza materiais como fibra de vidro, silicone, resina e acrílico. Estados de placidez ou de tensão são retratados com a mesma intensidade, mostrando que o artista é um escultor de almas, mais que de corpos.

ONDE: Pinacoteca do Estado de São Paulo
Praça da Luz, 2 – Bom Retiro, Centro
HORÁRIOS: Terça, quarta e de sexta a domingo das 10 às 17h30; Quinta das 10 às 22 horas
QUANTO: R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia entrada). Às quintas (a partir das 17 horas) e aos sábados a entrada é grátis
ATÉ QUANDO: 22 de Fevereiro
COMO CHEGAR: Estações Tiradentes (Linha 1 do Metrô) e Luz (Linhas 1 e 4 do Metrô e linhas 7 e 11 da CPTM)
SAIBA MAIS: Exposição Ron Mueck na Pinacoteca

A indignação infantil de Mafalda

exposições em São Paulo
Uma das mais geniais personagens dos quadrinhos em todo o mundo, Mafalda é criação do cartunista argentino Joaquín Salvador Lavado Tejón, o Quino. Como toda criança, ela encabula seus pais e outros adultos com perguntas tão desconcertantes quanto pertinentes. No entanto, ela leva o ofício a sério e traz à tona questões graves sobre a fome, a guerra, a corrupção e a falta de solidariedade entre os homens. Tudo isso sem perder a ternura, jamais. E a síntese dessa obra está na exposição “O Mundo Segundo Mafalda”.

O conteúdo pode atrair mais os adultos, mas a forma foi devidamente pensada para atrair as crianças. Portanto, leve os filhos: será uma ótima oportunidade para apresentar a eles o fantástico universo de Mafalda. E eles irão adorar. A exposição conta com vários ambientes que recriam os cenários das tirinhas, como os globos terrestres, a pequena vitrola e a televisão na qual ela se informa sobre o mundo (e se preocupa com ele).

Para aumentar a potencial lúdico, foi dedicado um espaço para a criançada desenhar, acompanhado de educadores. E, claro, uma ala com as tiras em tamanho gigante, onde é possível mover os personagens de lugar.

ONDE: Praça das Artes
Avenida São João, 281 – Centro
HORÁRIOS: Diariamente, das 9 às 20 horas. Reabre no dia 7 de janeiro
QUANTO: Grátis
ATÉ QUANDO: 28 de fevereiro
COMO CHEGAR: Estação São Bento (Linha 1 do Metrô)
SAIBA MAIS: Exposição “O Mundo Segundo Mafalda”

A magia do Castelo Rá-Tim-Bum

exposições em São Paulo
Veiculado pela Cultura entre 1994 e 1997, “Castelo Rá-Tim-Bum” foi um dos mais importantes programas infantis já criados na televisão brasileira. As aventuras de Nino, Pedro, Biba e Zequinha cativaram uma geração de crianças, que agora têm uma incrível oportunidade para relembrar esses momentos mágicos.

“Castelo Rá-Tim-bum – A exposição” traz as peças que compõem o acervo do programa, como partes dos cenários, figurinos e fotografias. Os atores que participaram da empreitada também deixaram gravados depoimentos emocionantes, que estão disponíveis.

O mais interessante da exposição é a sua interatividade. É possível entrar em várias salas e ambientes do castelo, que foram devidamente recriados especialmente para a exposição. Vários dos personagens-bonecos, como a cobra Celeste, o monstro Mau e o gato Pintado, também estão lá para deixar a experiência ainda mais divertida.

ONDE: MIS (Museu da Imagem e do Som)
Avenida Europa, 158 – Jardim Europa
HORÁRIOS: De terça a sábado das 8 às 22 horas; domingo das 8 às 20 horas
QUANTO: R$ 10 (inteira); R$ 5 (meia-entrada). Às terças-feiras a entrada é grátis
ATÉ QUANDO: 25 de janeiro
COMO CHEGAR: Ônibus, linhas 107 T-10 (Metrô Tucuruvi – Pinheiros), 930P- 10  (Term. Pq D. Pedro II – Pinheiros), 908T- 10  (Term. Pq D. PedroII – Butantã/circular) e 7181 -10 (Cidade Universitária – Term. Princ. Isabel). De metrô, a melhor opção é a estação Consolação (Linha 2) e caminhar 2,5 km, descendo a rua Augusta.
SAIBA MAIS: “Castelo Rá-tim-Bum – A Exposição”

A inventividade de Leonardo da Vinci

exposições em São Paulo
Nome máximo do Renascimento, Leonardo da Vinci foi um gênio completo. Além de pintor e escultor de primeira grandeza, ele também se enveredou pelo mundo da ciência, produzindo estudos de anatomia e realizando diversas invenções. Pois essa faceta científica é abordada em uma estupenda exposição, que pela primeira aporta na América Latina. “Leonardo da Vinci: A Natureza da Invenção” traz 40 objetos, produzidos a partir dos croquis e esboços do artista.

Entre suas fantásticas invenções está a catapulta, o para-quedas e o fantástico “parafuso aéreo”, protótipo do que seria o primeiro helicóptero da história. Eles foram produzidos em 1952, para celebrar os 500 anos de nascimento de Da Vinci, sempre baseados em seus desenhos. Além das peças, há ainda 10 instalações interativas, que traz detalhes sobre a vida e obra do gênio.

ONDE: Centro Cultural Fiesp – Galeria de Arte do Sesi
Avenida Paulista, 1313 – Bela Vista
HORÁRIOS: Diariamente, das 10 às 19h40
QUANTO: Grátis
ATÉ QUANDO: 10 de maio
COMO CHEGAR: Estação Trianon-Masp do Metrô (Linha 2)
SAIBA MAIS: “Leonardo da Vinci, a Natureza da Invenção”

A loucura de Salvador Dalí

exposições em são paulo
Ícone máximo do surrealismo, o pintor espanhol se enveredou também por outros segmentos da arte, como o cinema e a música, sempre apresentando obras impregnado de loucura e delírio. A Exposição, chamada simplesmente “Salvador Dalí”, traz 200 itens. Além de algumas de suas mais célebres pinturas, como “O Espectro do Sex-Appeal” (1934) e “O Sentimento de Velocidade” (1931), o Instituto Tomie Ohtake também traz gravuras e outros desenhos.

A sua contribuição cinematográfica também está presente, com a exibição dos filmes “O Cão Andaluz” (1929) e “A Idade do Ouro” (1930), ambos feitos em parceria com Luís Buñuel. Há ainda o filme “Quando fala o coração” (1945), dirigido por Alfred Hitchcock, mas que conta com uma pequena cena concebida por Dalí.

ATENÇÃO: A exposição se encerra no dia 11 de janeiro e é preciso ficar atento também à distribuição de senhas para a entrada. Elas têm validade apenas para o dia em que são retirados e divididas em três horários de visitação: às 11, 14 e 17 horas. São permitidas apenas duas senhas por pessoa e a distribuição é feita na entrada do Instituto, das 10 às 18 horas.

ONDE: Instituto Tomie Ohtake
Rua dos Coropés, 88, Pinheiros
HORÁRIOS: Terça a domingo, das 11 às 20 horas. Entrada até às 18 horas.
QUANTO: Grátis
ATÉ QUANDO: 11 de janeiro
COMO CHEGAR: Estação Faria Lima (Linha 4 do Metrô)
SAIBA MAIS: Exposição “Salvador Dalí”

TEXTO: FÁBIO MENDES
FOTOS: DIVULGAÇÃO

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial