Chapada dos Guimarães: roteiro com Mirante, Véu de noiva e outras cachoeiras

Chapada dos Guimarães

Cachoeira Véu da Noiva é a estrela da chapada

A viagem ao Mato Grosso foi pensada exclusivamente para acompanhar uma das partidas da Copa do Mundo (vi a vitória do Chile sobre a Austrália por 3 a 1 na novíssima Arena Pantanal). Mas não podia deixar de conhecer, mesmo que rapidamente, a Chapada dos Guimarães. Aproveitei a manhã e parte da tarde livres para conferir alguns dos pontos mais próximos.

Os três primeiros pontos foram feitos de bicicleta, alugada na cidade de Chapada dos Guimarães: Mirante do Centro Geodésico e as cachoeiras do Marimbondo e da Geladeira. Para chegar a eles é preciso pegar a BR-251, no sentido de Campo Verde, em uma ciclovia improvisada sobre o acostamento.

Chapada dos guimarães

Vista do Mirante é espetacular

O caminho para o Mirante é feito em sua totalidade por esta rodovia. São cerca de seis quilômetros por um trecho relativamente fácil de percorrer, mesmo para alguém fora de forma e que há muito tempo não pedalava, como eu. Há alguns aclives um pouco mais acentuados, mas nada que não seja facilmente vencido pelas marchas da bicicleta.

O Mirante chegou a ser interditado, no início do ano, por causa de possíveis riscos de desabamento. Em junho, porém, a atração foi reaberta. De qualquer forma, antes de visitar a região procure se informar se o local continua aberto à visitação. Porque se estiver, vale muito a pena.

Chapada dos Guimarães

Visitantes encolhem perante a paisagem

A vista é acachapante: a vista contempla alguns trechos belíssimos da Chapada dos Guimarães que estão fora da jurisdição do Parque Nacional. Os montes escarpados estão ao lado de um imenso vale, onde a vegetação do cerrado se espalha até onde a vista pode alcançar. Bem ao longe, é possível ver os edifícios de Cuiabá e Várzea Grande. À noite, dizem os locais, a visão fica ainda mais bela sendo iluminada pela Lua e tendo as luzes das duas cidades como referência.

Cachoeiras
Para chegar às cachoeiras do Marimbondo e Geladeira, é preciso pegar o caminho de volta e entrar na rua que dá acesso aos bairros de Altos do Mirante e Sol Nascente. São mais seis quilômetros a partir da rodovia. Aqui, porém, o caminho é bem adverso e o uso da bicicleta só é recomendado a quem está com ótimo preparo físico e disposto a um passeio mais puxado. O caminho é quase todo em declive, o que significa que você terá de encarar só subida ao retornar. Para piorar, o terreno é arenoso, o que só dificulta o passeio em duas rodas.

Chapada dos Guimarães

Cachoeira da Geladeira conta com um lago propício a mergulhos

As duas cachoeiras estão em propriedade particular e, para acessá-las, é preciso pagar uma taxa de R$ 7 para cada uma. É perfeitamente possível conhecer as duas no mesmo dia, pois estão bem próximas. Se por algum motivo tiver de escolher apenas uma, vá à da Geladeira.

Enfim, o Véu de Noiva
Com 86 metros de altura, a cachoeira Véu da Noiva é a grande estrela do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães. Mas a região conta com outras atrações, como o Circuito das Cachoeiras, as cavernas Casa de Pedra e a Lagoa Azul. No entanto, é preciso mais de um dia para poder conhecer todas estas belezas naturais.

Como eu só tinha uma tarde livre, fui direto ao Véu de Noiva. A entrada do parque está localizada na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-305), entre Cuiabá e a cidade de Chapada dos Guimarães. Após a entrada do parque, há uma caminhada curta de uns 300 metros, até o mirante de onde é possível vislumbrar a queda d’água. Antes mesmo de chegar ao local já é possível ouvir o revigorante barulho da água caindo com violência ao solo.

Ao chegar, a visão é estupenda: a cachoeira é envolvida por paredões vertiginosos em formato de ferradura. O leito do rio, antes e depois da queda, é ladeado pela vegetação do Cerrado. Este é o momento ideal para a contemplação longa.

TEXTO E FOTOS: FÁBIO MENDES

Leia mais:

Chapada dos Guimarães: turística e autêntica

22 thoughts on “Chapada dos Guimarães: roteiro com Mirante, Véu de noiva e outras cachoeiras

  1. Lucimar da Silva Moreira

    Fábio que lugar lindo o Brasil tem cada lugar maravilhoso pra se conhecer, a Chapada dos Guimarães é excelente, cada paisagem linda, o visitante que for visitar vai amar esse lugar, só em ficar vendo as fotos aqui já estou querendo visitar esse paraíso lindo, Fábio bjs.

  2. Blog da Sah

    Que lugar lindooooo! Vou incluir no meu roteiro de viagem com certeza. Outra coisa, na época que você foi tinham turistas de outras partes do Brasil ou mais população local?

    1. Fábio Mendes Post author

      Oi, Sah! A Chapada dos Guimarães recebe todos os anos visitantes do Brasil inteiro e também do exterior. Como fui durante a Copa do Mundo, havia muitos torcedores estrangeiros visitando a região. Mas vá, sim. O local é estupidamente lindo!

  3. Paloma

    Ainda não conheço o Mato Grosso, estou priorizando viagens ao exterior, mas confesso que a cachoeira véu da noiva me deixou inspirada para visitar mais um pouco do nosso Brasil! Excelente 🙂

  4. Tatiana Anflor

    Que lugar maravilhoso. Fiquei uma enorme saudade das férias agora. As paisagens são magníficas, até parece o paraíso. Vou anotar a dica, pois ainda não decidi o que farei nas próximas férias.

  5. Priscila Sawa

    Todo mundo viajando e eu aqui, presa em casa. Eu quero minha liberdade! Hahaha
    Sobre as fotografias: perfeitas. O panorama das duas primeiras é de tirar o fôlego, quem tiver a oportunidade recomendo clicar nelas para ampliá-las, são lindas. As das cachoeiras nem se fala, a natureza tem esse poder todo de nos deixar bobinhos enquanto admiramos.
    Eu tive uma experiência semelhante — não tão semelhante assim — nas férias onde fui conhecer uma também por nome de Véu da Noiva, lá em Bonito, em Pernambuco e o Rio da Prata. Ambas me deixaram exausta porque sou uma pessoa deveras sedentária mas só em vê-las de pertinho tirou o cansaço do corpo na hora (tirando o contratempo que quase morri afogada por causa das gracinhas da minha irmã), foi muito divertido. Espero que eu consiga viajar novamente fim de ano.
    E eu estava olhando suas outras viagens, gente do céu, quanto lugar lindo! Continue mostrando para nós, ok? Abraço!

    1. Fábio Mendes Post author

      Oi, Priscila, que bom que gostou do post e do blog! Espero que continue nos visitando! 😀

      A Chapada dos Guimarães é sensacional, mais linda do que eu imaginava. O lugar é incrível!!! O Brasil tem belezas naturais de nos deixar com o queixo caído!

      E é bem o que você disse: mesmo sendo sedentário, a gente esquece o cansaço com tanta beleza. Comigo foi igual: fazia um tempo que não andava de bicicleta, mas peguei umas tilhas puxadas como se estivesse fazendo aquilo sempre. Abraços!!

  6. Eduarda

    Nossa! Que local maravilhoso. Deve dá uma paz.. que ótima sugestão! Vou por no meu ”guia de viagens” aheuahe estou apaixonada! Só pelas fotos já tenho certeza que vale a pena visitar!!

    1. Fábio Mendes Post author

      Oi, Eduarda. Vale mesmo a pena visitar esse lugar, é incrível! E realmente, nos dá uma paz incrível!!! Anote essa na sua lista que você vai adorar!!!

  7. Quel

    Olá, que lugar lindo…

    meus pais já foram visitar o local, meu pai mais vezes devido o trabalho dele na região, mas eu nunca tive a oportunidade de conhecer…pretendo fazer isso em breve.

    Abraços

    1. Fábio Mendes Post author

      Olá, Raquel, quando tiver a oportunidade, dê uma passada por lá. É um lugar incrível, de beleza exuberante. Abraços!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial